A SALA DO NOSSO ENCONTRO DE PAZ | Por Giselle Prado

É uma sensação de: “eu preciso escrever para enfim conseguir dormir” …

Somente os escritores ou os amantes das letras me entenderão, quando digo que é libertador quando despejo as palavras em frases e parágrafos formados. Não tenho dúvidas que através delas, o Verbo Vivo que habitou entre nós, as observa, entende e recolhe, cada palavra escrita, cada parágrafo singelo formado.

Em tom de paz que me sinto agora ao despejar em letras, depois de ver e entender que em cada um de nós existe uma sala o qual marcamos encontros com amigos, familiares, colegas, namorados, noivos, maridos, conhecidos. Pessoas em geral. Sala essa que é conhecida pela grande maioria como coração. Sim, é nele onde os encontros são marcados e proporcionados. Sejam bons ou ruins. Sabemos que muitos dos encontros são realizados em salas, mas e o que fazer se por exemplo após realizarmos um encontro com determinada pessoa, percebermos que essa pessoa deixou os móveis desorganizados, livros empoeirados, sofá rasgado, tirou a janela de proteção, apagou a luz e simplesmente se foi?

Deus então ministrou em meu coração mediante a uma situação que tenho vivido. A partir dela escrevi alguns textos, dentre eles este que você está lendo.

Tamanhas são as lutas que tenho enfrentado. Como é difícil viver em meio às lutas confiando em Ti, Jesus … Principalmente quando essas lutas acontecem aqui dentro, internamente, a pior delas. São vestígios de um passado turbulento. Sim… As marcas de um passado que insistem em se acomodar na sala do meu coração gerando completa desordem. Relacionamentos frustrados que trazem dor e desconfiança.

Mas Jesus tem me ensinado a procurar a paz… Mesmo quando a sala do meu coração estiver em conflito, abafada por tantas vozes, buscar a paz. Preciosa paz. Andar em direção a ela, paz. Eu já experimentei dela… Eu já a senti, mas Senhor quão difícil é conquista-la. Mas eu não vou desistir!

Meu coração por muitos dias é tomado pelo desespero e medo. Angústia. Culpa. Tristezas, batem na porta e eu as deixo entrar e se acomodarem na sala… Aprisionada por tais sentimentos, observo a sala atentamente. Vejo livros empoeirados na estante. Móveis desorganizados. Sofá rasgado. Janela faltando. Lixo e coisas jogadas pelo chão… Mas ouço uma voz que clama por ORDEM. Há uma voz que clama por PAZ. Há uma voz que clama por um ENCONTRO. Sim… Espírito Santo, é a Tua voz!

Eu quero e preciso da Sua presença com paz trazendo ordem ao meu coração. Essa paz que aquieta as emoções, e me dá um sofá novo, para que eu possa confortavelmente sentar. Que organiza os sentimentos na mesa, e tira o pó da contaminação dos pensamentos dos livros na estante. Essa paz que traz refrigério e entendimento sobre a sala em guerra. Sobre os móveis desorganizados. As coisas jogadas. Vestígio de frustrações e decepções de um passado ruim. Tudo novo! Ar novo! Sala nova! Pronta para um encontro verdadeiro Contigo. Sim! Um encontro Contigo, Senhor! Onde sei que é o lugar onde poderei conhece-Lo melhor, saber dos Seus planos, histórias e personalidade. Ter o nosso encontro.

É preciso de ordem! E a Tua paz me proporciona isso. Ela me faz ouvir Tua doce e inconfundível voz. Então vem Jesus, minha sala não pode ser um lugar apenas para visitas Tuas. Vem Jesus e faça morada. Se acomode aqui dentro, sinta-se em casa. Eu O deixo entrar. Eu O deixo morar. Eu O deixo ser Dono da sala. Vem Jesus e traga a paz que tanto anseio e preciso. Vem Jesus, e marque um encontro comigo nessa sala, que embora desorganizada, o Senhor colocará no lugar correto.

Ele veio…

Paz … Quão grande paz é quando eu dobro meus joelhos em meu quarto e sinto Teus ouvidos atentos a minha voz que sai diretamente dessa sala. Paz… Quão grande paz é quando escrevo e tenho a certeza fiel dentro de mim de que embora não haja palavras alguma saindo da minha boca, o Senhor as lê e recebe. Paz… Quão grande paz é quando então eu me deito em minha cama, depois de um dia turbulento e ouço os Seus passos.

Tu és a minha paz, Jesus! E outra maior não há … O mundo não pode dar! Remédio nenhum consegue proporcionar! Amigos não é possível comparar! Em ti me refúgio e espero, pois sei que estás a porta da sala pronto para entrar, sentar e dizer “Deixe eu fazer morada aqui, arrumar esse lugar, confie em Mim, tenha um encontro Comigo, fixe seus olhos na sala que há no Meu coração, deixe Eu te dar a paz, receba a paz”.

Paz!

Deixe uma resposta