ACASO OU VONTADE DE DEUS? | Por Karol Claudino

Quem nunca ouviu a pergunta “Você acredita em destino ou acaso?”, ou a frase “Só pode ser coisa do destino mesmo”? É muito comum ouvirmos essas frases quando acontece algo incrivelmente bom em nossas vidas; ou até mesmo quando ocorre algo ruim e ouvimos então a expressão “O destino quis assim.” Mas será mesmo que tudo é obra do “destino”, e que esse tal destino existe mesmo?

Bom, sabemos que Deus é o criador de todas as coisas, e que “Ele conhece todas as Suas obras desde a eternidade” (Atos 15:18), que por Sua vontade tudo foi formado, sendo ela boa, perfeita e agradável, e estando relacionada à todas as coisas futuras, sem exceção, estendendo-se à todas as criaturas e a todos os acontecimentos.

Sabendo de tudo isso, podemos então concluir que essa história de destino não passa de mais uma criação meramente humana. Que na verdade tudo acontece por um propósito já decretado por Deus desde sempre.

Segundo o livro “Os Atributos de Deus” de A.W. Pink, “Negar os decretos divinos seria proclamar um mundo, e tudo que se relaciona com ele, regulado somente por acaso ou por destino cego. Então, que paz, que segurança, que consolo haveria para os nossos pobres corações?” , em quê poderíamos colocar nossa esperança? Em nossas próprias obras? Se não passamos de pecadores e falhos? E ele ainda termina dizendo:

“[…] quão agradecidos devemos estar porque tudo está determinado pela infinita sabedoria e bondade de Deus!”

Devemos ter um coração eternamente grato por saber que ainda que nada ocorra da forma que queremos ou imaginamos, tudo permanece cooperando para o nosso bem, pois o Senhor está no controle de tudo e de todas as coisas, e que Ele não muda de opinião ou muito menos se arrepende de algo, Ele permanece o mesmo independente de nossos erros ou de nossas falhas.