DECIDI SER O QUE NÃO FORAM PRA MIM | Por Giselle Prado

Um dia eu ouvi um sussurro tão doce:

Seja o que não foram pra você!

E eu logo indaguei:

Logo, eu, Jesus?

… Houve silêncio. Dias se passaram e Ele veio novamente:

Faça o que não fizeram com você. Vá onde ninguém deseja ir. Esteja com quem ninguém deseja estar.

O susto me pegou. A incerteza bateram à minha porta. O espelho na minha frente me revelava: você ainda não está curada 100% … Como irá ajudar a outros? Porque irá orar? De nada adiantará. Mas quando Ele fala, a incerteza escorre pelos dedos e só Ele permanece. E então eu disse SIM! Mas não por Mim! Não pelo os meus próprios pés. E nem muito menos com a intenção de apenas ser usada por Ele. Tola seria eu, se tal fosse minha intenção. A mula Ele usou e a pedra também… Mas meu coração arde por obedecer ao chamado tão doce do meu querido Jesus! Esse amor me tomou por inteira. Como O negar?

O desespero está ao nosso redor e o que temos feito? Pensamos que o IDE é para terras longínquas, ou lugares aparentemente precários, enquanto pessoas ao nosso redor estão pedindo socorro. Pessoas em nossas casas, ruas e igrejas. Essa pessoa um dia foi eu.

Eu decidi ser o que não foram pra mim pela Graça que Ele tem derramado sobre cada ferida minha.

Seja amor. Seja paz. Seja alegria. Seja esperança que o mundo precisa. Seja um socorro de alguém!