GERAÇÃO ESTER | Há propósito na dor

4:03 da manhã e o sono não vem. Coração ardendo e uma voz ecoando: “escreva!” Eis me aqui a escrever…

Trago aqui uma revelação que Jesus compartilhou comigo sobre a vida de Ester e que tive a oportunidade de passá-la as meninas de Osasco ao ser chamada para servi-las com amor e experiências que Jesus tem nos proporcionado através do USAMN no encontro Jovens para Jovens realizado dia 08 de Outubro desse ano, 2016.

É necessário que os detalhes sejam descritos porque creio que essa palavra não veio somente para mim, mas para nós como geração que tem buscado um avivamento genuíno.

Vamos lá…

Antes de eu ser chamada para estar ministrando no encontro, há uns meses atrás, na faculdade onde eu estudo, em uma das salas de aula, estava eu com a galera do ministério Avante orando para que Jesus gerasse em nós fundamentos certos e eternos. Confesso que eu estava vivendo momentos muito difíceis. Conflitos internos e externos intensos e esse tempo de oração que tivemos foi essencial pra me manter de pé e gerar maturidade espiritual. Então nesse mesmo dia Jesus usou um amigo para entregar um segredo do coração dEle à mim. E a palavra que Ele entregou era relacionada a vida de Ester. Aquilo me impactou de tal forma que eu fiquei intrigada. Afinal, porque Ester ? Lembro-me que logo em seguida anotei exatamente o que ele havia falado para que quando eu chegasse em casa eu pudesse ler novamente a história de Ester, mas com outros olhos, afinal o livro de Ester é um dos livros que não menciona Deus claramente. O livro de Ester é caracterizado como livro histórico e nacionalista. Mas Deus usa as coisas loucas, não é mesmo? Então eu li. Ao ler, pude enxergar 3 pontos principais: processo, socorro e propósito. Anotei na minha bíblia e amém. Alguns meses se passaram, e então recebi o convite para estar compartilhando com as meninas de Osasco uma palavra. E como todo mensageiro, a pergunta a princípio é: “o que falar?”.

Não era a primeira vez que eu estava ministrando, mas algo diferente estava ardendo em mim. Outras vezes que fui chamada para estar ministrando, eu me baseava no que eu tinha vivido, meu testemunho geral de vida como base pra transmitir a mensagem. Mas dessa vez não era o que Jesus queria. E um dos meus pedidos mais verdadeiros é que eu fale aquilo que está no coração dEle. Passei então a orar intensivamente e jejuar pra que Jesus falasse à mim o que Ele queria falar sem intervenções minhas. Então de uma forma muito louca comecei a lembrar do que Ele havia falado na oração, na faculdade, com relação a vida de Ester. Era uma lembrança vaga… Eu não lembrava tudo o que Jesus havia falado através do meu amigo. Procurei o papel onde eu havia anotado, mas não encontrei, apenas pude ler os 3 pontos principais anotados na minha bíblia. Quando li novamente a história de Ester ligando os 3 pontos, parecia que a palavras tinham vida e saltavam para fora. A convicção então se instalou em mim: é sobre Ester que Jesus quer falar!

Sentei-me no sofá da sala e convidei Jesus para sentar ao meu lado. Pedi sabedoria, discernimento e revelação do que Ele realmente queria dizer. Peguei meu sketch, uma caneta e então disparei a escrever.

“Mas Deus ensina por meio do sofrimento e usa a aflição para abrir os nossos olhos” Jó 36:15

  • HISTÓRIA

A história se passa na cidade de Susã, onde o Rei da época era o Assuero/ Xerxes ao lado de sua antiga esposa, rainha Vasti. Acontecia em um determinado momento do reinado de Assuero, uma comemoração, um banquete que reunia as autoridades da Pérsia durante 6 meses. E em dado momento, o rei manda chamar a rainha Vasti para expor a beleza dela as autoridades, porém Vasti se recusa a ir e então é expulsa do Reino por desobediência ao rei. Sabemos que notícia ruim corre rápido e naquela época não foi diferente. A má notícia logo se espalhou pelas províncias e Vasti foi dada como má influência. Então o rei manda os soldados irem por todas províncias capturarem todas as mulheres virgens e belas para que fosse eleita a nova rainha. (Cap.1)

  • ESTER

Ester é um nome judaico que significa esperança. Confesso que quando descobri o significado do nome, tudo começou a se encaixar… Sabemos que na bíblia há um peso enorme dos nomes das pessoas. O nome determinava a essência da mesma. Mas ainda faltavam peças do quebra-cabeça…

PARTENIDADE

Lendo a história, podemos ver que Ester era órfã. Seus pais haviam morrido em uma guerra em Jerusalém quando Nabucodonosor destruiu a terra. Ester tinha motivos “suficientes” para se sentir sozinha e possuir traumas terríveis do passado.

Talvez tenha acontecido o mesmo com você, ou talvez você sinta a ausência da figura paterna na sua vida. Mas a palavra de Deus nos garante:

“Ainda que meu pai e minha mãe me abandonem, o SENHOR me acolherá.” Salmo27:10

Busque uma revelação pessoal e verdadeira da paternidade de Deus na sua vida. Ele é Pai e cuida de nós. (Romanos 8:16)

VENCENDO TRAUMAS

Não é fácil quando se trata de violência física, verbal ou sexual. Ester presenciou uma violência física com seus pais, terrivelmente. Se não tomarmos cuidado, situações como essa podem gerar prisões futuras como: rejeição e solidão (depressão). Por isso:

Rompa com o passado – “…esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante” Filipenses 3:13

Você é aceito por Deus – “nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Romanos 8:39

Você não está sozinho – “Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus…” Isaías 41:10

  • MORDECAI

Ao decorrer da história vemos que Ester não ficou ao “Deus dará”. Mordecai era primo de Ester e pertencia a cidade de Susã. Ele havia sido levado cativo para lá, pois também era Judeu.

DEUS ENVIA A PESSOA CERTA NO MOMENTO CERTO

Mordecai tomou Ester como filha para cuidar. Olha que incrível o cuidado de Deus! “Protege-me como à menina dos teus olhos; esconde-me à sombra das tuas asas” Salmos 17:8

Deus cuida de nós como a menina dos olhos dEle, porém muitas vezes fechamos os nossos olhos para enxergar esse amor e cuidado. Não o valorizamos como devíamos. Nos desesperamos quando nos vemos aparentemente sozinhos em uma situação difícil. É preciso ter calma! Ele envia as pessoas certas no momento certo. Todos nós precisamos de cuidado. Deus irá enviar alguém para te ajudar a curar as feridas do seu coração e provar que o amor e cuidado de Deus são reais. Permita-se viver isso. Espere! Confie! O “Mordecai” de cada um de nós chegará.

  • PROCESSO

Após a ordenança do Rei, Ester foi recrutada para ir para o palácio, pois como é relatado em sua história, Ester era muito bela.

BELEZA INTERIOR E EXTERIOR 

Agora imagine a cena: o soldado chegando na casa de Ester e a levando para o palácio sem ao menos conhecê-la, apenas por ter a achado muito linda. Não é relatado sobre como Ester se sentiu, porém é de se imaginar que Ester tenha sentido medo, vergonha, nojo de si mesma, ou se sentido como objeto. E isso pode muitas vezes acontecer conosco. Aconteceu comigo, VÁRIAS VEZES. É terrível a aproximação de pessoas somente por interesse em coisas externas, como a beleza por exemplo. O que vale é o que carregamos dentro de nós. Ester não se deixou abater e obedeceu. Foi para o palácio. Ela podia ter se rebelado e dito que não iria. Mas ela sabia a essência dela e acreditava com toda certeza que para tudo há propósito.

O PROCESSO

Chegando no palácio, Ester e todas as outras mulheres entravam para um tratamento de beleza de 1 ano até chegar o momento de estarem com o Rei intimamente. (Cap. 2)

O processo na vida de Ester havia começado aí? Não! A vida é um processo. Porém nem todos entendem isso. Ester havia passado pelo processo da paternidade e agora estava em um novo processo. Pense na ansiedade, no medo, na dúvida que ela deve ter enfrentado nesse período de 1 ano até estar com o Rei.

Talvez você tenha vivido situações terríveis no passado e hoje possui traumas dessas situações e então esteja em um processo de libertação e cura. Aceite esse processo! É necessário passar por isso, pra que seja gerado em você maturidade e fundamentos eternos. Jesus quer nos curar de dentro para fora e isso leva tempo. Não é do dia para a noite. É um processo diário. Por isso exige persistência e relacionamento com Ele para que a gente seja realmente curado de todo trauma passado.

ESSÊNCIA

Passado 1 ano, Ester foi ter com o Rei o momento íntimo. E então pela sua simpatia e admiração, (em outras versões diz que ela alcançou favor do Rei, graça), ela foi escolhida como rainha. (Cap.2) YEAH! FINALMENTE né?! Mas olhem… Ela não foi escolhida simplesmente porque ela era linda. Ela foi escolhida por uma característica INTERNA. Isso me lembrou da passagem quando Maria, mãe de Jesus, soube que ia ficar grávida… É relatado que Deus achou graça nela. Isso me esclarece que a nossa vida deve ser regida não por aquilo que fazemos, mas por aquilo que somos. Nossa essência é o que vale. Essência de filhos e filhas amados. É ela que nos define e não as situações e traumas.

  • HÁ PROPÓSITO NA DOR 

Não é relatado, porém podemos imaginar que Ester deve ter enfrentado muitos conflitos internos devido a todas as situações já mencionadas. Agora era algo diferente. Um conflito externo estava frente a ela e o nome desse conflito se chamava: Hamã. Hamã era o segundo mais importante do reino e odiava os judeus. De maneira suja, fez com que o rei assinasse um decreto para exterminar todos os judeus da época. O rei não sabendo que Ester era também judia, assinou o decreto.

Você pode ter enfrentado ou enfrenta ameaças de conhecidos, pais ou até mesmo de um marido ou esposo. Mas Deus está cuidando de tudo. Permaneça firme e no seu posicionamento que no tempo certo Ele irá mostrar que Ele é Deus. Respeite. Ame. Perdoe.

Agora, pense no medo de Ester frente a essa situação. Mas como iniciamos:

“Mas Deus ensina por meio do sofrimento e usa a aflição para abrir os nossos olhos” Jó 36:15

Deus queria ensinar algo à Ester, à todo o povo Judeu e à nós, hoje.

  • IDENTIDADE E PROPÓSITO

Sabendo dessa terrível notícia, Mordecai não pôde se conter.

“pois, se você ficar calada nesta hora, socorro e livramento surgirão de outra parte para os judeus, mas você e a família de seu pai morrerão. Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha?” Ester 4:14

Ester sabia quem ela era, mas o Rei não havia ainda tido uma revelação plena de quem era Ester. Ele havia apenas sentido sua essência. É como sentir um perfume mas não saber qual tipo de aroma é, de onde vem.

Antes de expor ao mundo sua identidade, saiba quem você é de fato. Se encontre em Deus. Você é filho amado. E sua identidade irá revelar seu propósito. Com Ester não foi diferente.

SABEDORIA E CORAGEM

Ester tinha todos os motivos plausíveis para recuar e não lutar pelo seu povo devido a situação passada de Vasti ter ido contra o Rei e ter sido expulsa do reino. Ester poderia ter sido vencida pelo medo e vergonha, porém ela decidiu lutar contra tudo isso e pedir ajuda ao povo. Ta aí algo que eu e você precisamos aprender: pedir ajuda. Ester era rainha, podia muito bem ter tomado um posicionamento de auto-suficiência e não ter tido humildade, afinal ela era RAINHA!

Talvez você seja um(a) líder, pastor(a), ou tenha um cargo ou título de autoridade e tem enfrentado algum tipo de situação interna ou externa muito difícil e não tem coragem de se abrir para alguém. Vença isso! É necessário FALAR! Peça sabedoria à Deus de como falar e para quem falar sobre tal situação. Busque ajuda. Sua vida tem muito valor. Vença o orgulho e todo cargo que te impõe que você é um super herói.

UNIDADE 

Ester não podia vencer a luta sozinha. Ela precisava de ajuda. Sozinhos não vamos a lugar nenhum. Ester então com sabedoria e coragem pediu ao povo que orassem e jejuassem para que no momento certo a identidade plena dela fosse revelada ao rei com a esperança de tudo mudar. (Cap. 4) Lembrou do significado do nome dela né?! Hahaha Bem, assim o povo fez.

Veja o quão importante é o poder de estarmos juntos. Relacionamento não somente com Deus (jejum) mas com os nossos amigos (oração). A unidade foi estabelecida sobre o povo judeu naquela época. Todos juntos em só propósito. Unidos em amor uns pelos outros.

CUMPRIMENTO DO PROPÓSITO 

Chegado o momento, Ester então marcou o encontro com o Rei e revelou sua identidade plena. Ester não sabia ali se iria dar certo ou não. Ela foi muito corajosa e isso me descreve a essência do cristão. Ela estava disposta a se entregar pelo povo judeu e assim ela fez. Se expôs ao rei e graças a Deus esse ato de coragem rendeu vitória a ela e a todo povo judeu.

Se entregar por vidas. Ela foi um socorro na vida de MUITOS. Mas antes dela ser na vida dos outros, Deus foi o socorro dela. E da mesma maneira Deus deseja fazer conosco. Ser o nosso socorro e então nos usar para ser um socorro na vida de outros que estão precisando.

“Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade.” Salmos 46:1

Por muitos anos eu me perguntava a razão de eu ter passado por determinadas situações na minha vida e família. Hoje escrevendo esse texto pra vocês eu entendo o propósito de tudo. E assim como fala a música “Você me leva ao deserto pra falar de amor, me deixa passar pelo vale pra mostrar que está comigo” faço dela a minha canção. É a narrativa da minha história. Deus cuidou de mim e me livrou de muitas dores internas, traumas de infância, traumas de relacionamentos entre outras situações. Ele me curou e tem me curado de dentro pra fora porque eu decidi aceitar o PROCESSO de Deus na minha vida. Tenho permitido Ele revelar a mim Seu cuidado e amor. As cenas do passado infelizmente não se apagam… Mas uso do meu passado pra me trazer força, aprendizado e experiência pra que eu ajude vocês.

Não desista! Aceite o processo de Deus na sua vida. Aprenda com as situações ruins. Somos Ester afim de levarmos SOCORRO a nossa geração que tanto necessita de um encontro verdadeiro com Deus.

Deixe uma resposta