MINHA MISSÃO, MEU CHAMADO – Missão Itajubá/MG | Por Lara Dias

 

Olá pessoal, faz um tempinho que não escrevo né? Mas é por um bom motivo, estava em mais uma missão, dessa vez para a Cidade de Itajubá/MG. Eu vou tentar descrever a experiência para vocês, mas confesso ser uma tarefa difícil, as experiências que tive são quase que inenarráveis.

Primeiro eu não posso deixar de aqui agradecer a Jesus e todos os intercessores que o Senhor levantou para que cobrissem não só a mim, mas a toda equipe que estava lá para servir com suas orações.

Tivemos trabalhos com crianças, mulheres, homens, jovens e também em centros de recuperação para dependentes químicos, fizemos evangelismos em casas, EBF (ESCOLA BÍBLICA DE FÉRIAS) na igreja local e em duas escolas municipais da cidade, culto e encenações teatrais em praça, subimos morros que só Jesus pra dar força, enfim, todo sacrifício aparente, na verdade foi motivo de grande alegria,  pudemos testemunhar milagres, provisão de Deus para famílias, cura de câncer, cura da alma, cura de sentimentos, libertação de drogas, do crime, tivemos a oportunidade de testemunhar o sobrenatural de Deus, como Jó menciona “não de ouvir falar, mas vimos o Senhor” em cada feito.

Não seria justo dizer que essa viagem foi melhor que a de Petrolina/PE, mas com certeza, a missão de Itajubá marcou minha vida e ministério de uma forma especial. Um dia marcante para mim foi o último culto de jovens no dia 22/07, não quero me vangloriar, mas de forma inesperada tive a notícia de que ministraria a palavra neste culto, foi um choque e alegria ao mesmo tempo, quem sou eu na fila do pão? Todas as coisas debaixo do céu acontecem por permissão do Senhor, se Ele me deu essa oportunidade primeiramente teve misericórdia de mim e achou graça em minha vida para que cumprisse tal responsabilidade, desde que soube dessa incumbência orei ao Senhor e de forma sobrenatural e algumas experiências que tive nessa viagem, a única palavra que o Senhor me mostrava era RENOVO! Busquei referências na palavra de Deus e fui direcionada ao livro do profeta Jeremias, capítulo 18. Não vou me vangloriar, mas recebi uma missão e me coloquei na dependência do Senhor para cumpri-la com êxito, Jesus operou sobre os jovens daquele lugar.

Eu louvo a Deus por essa oportunidade, pois mesmo com pastores e presbíteros nessa equipe missionária, Jesus usou de forma especial os jovens, eu por muitas vezes já me chateei sobre a visão da igreja com sua juventude, muitos nos julgam por nossa pouca idade. Só porque somos jovens não sabemos quem é Jesus? Temos sim que respeitar os anciãos de nosso tempo, pois Deus usa a todos que se disporem a servir. Nós jovens não temos a experiência de pastores que conduzem ministérios a mais de uma década, muito mais que isso, mas nossa pouca idade não interfere na busca por profundidade, eu acredito na geração que vivo, que vive o sobrenatural, que tem fé, que ora, jejua, expulsa demônios e recebe batismo no Espírito Santo, quando Jesus olha pra nós, assim como costumamos pregar por aí que Ele não olha para roupas e aparência, assim também devemos pensar que Ele não tá nem aí pra idade, se é jovem demais ou velho demais, Ele só busca corações que o busquem em Espírito e em verdade.

Jeremias foi chamado ainda menino pelo Senhor, e mesmo ele se achando apenas uma criança que mal sabia falar e portar-se, o próprio Deus o corrigiu, pois quem põe as palavras na boca e unção sobre as pessoas é Deus, o grande EU SOU. Não é tarde demais ou cedo demais, Ele tem propósitos que nem mesmo imaginamos viver, só precisamos abrir a boca e dizer eis-me aqui.