NÃO FUJA DA LUZ | Por Giselle Prado

Em uma conversa com amigo irmão, eu estava realmente abalada. Ouvi coisas de uma pessoa que me abalaram.

Deus envia as pessoas certas na hora certa com a palavra certa.

Ele mandou:

“O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz.” (Isaias 9:2)

Logo uma cena brotou em minha mente…

Eu e meus amigos, em uma sala da faculdade enquanto o culto do Avante rolava, com todas as luzes apagadas por muito tempo e de repente um dos meninos se levanta e ascende a luz. A reação de todos? A reação esperada, mãos sobre os olhos, afinal sabemos que dói muito.

Deus então falou comigo…

“Assim como essa cena que você acabou de ver, assim é com o Meu evangelho. Quando EU que sou a Luz do mundo estou em alguém e essa pessoa se aproxima de outras que estão em trevas, o primeiro sintoma por segundos é de repulsa com o pensamento de: “desligue logo essa luz! Vamos voltar ao escuro” No escuro não vemos nada, então podemos fazer qualquer coisa. Ninguém reclama. Ninguém também se importa. Não há dedos apontados de julgamento. Não há quem te diga faça isso ou aquilo. É você por você mesmo. Dono do seu próprio nariz. É cômodo. É confortável. Até o momento quando se vê a luz … Mas será que realmente vale a pena apagar a luz nesses segundos de repulsa ? Nesses segundos de dor nos olhos ? A luz mostra a verdade. Conseguimos de fato enxergar as pessoas, ler a Bíblia ou um bom livro. Há exposição. Há clareza. É desconfortável no princípio, mas logo quando os segundos de repulsa e dor se passam começamos a preferir a luz do que a escuridão. Afinal é mais fácil se perder no escuro do que na luz e não queremos ser seres perdidos.”

Isso pra mim foi a resposta mais pura que podia receber frente a uma situação de desespero.

Estávamos na escuridão e Deus clareou nossas trevas. Ele nos iluminou enxertando em nós Sua verdade.

Sempre que nos aproximamos de pessoas que estão em trevas, de primeiro momento pode acontecer o mesmo acontecimento da sala; a repulsa de tipo “hey pare de ser cristão! Não aguento você assim… mude de opinião” , nada mais do que a pressão do mundo sobre nós. Mas vale lembrar que éramos assim também, porém achamos a Luz e permanecemos nela. Temos que somente permanecer na Luz e guiar as pessoas que estão em trevas, cegas e perdidas a fonte de luz que é Jesus!

Talvez seus pais não deixem você ir à igreja, seus amigos te zoam por ser cristão, ou seu namorado ou marido também te pressiona, porém uma coisa falo: não se deixe levar por eles! Não se dobre diante dessas situações. Permaneça na luz! Fique firme e não desista! A luz irá resplandecer sobre todos! Tenha fé .. é o que tenho buscado também!

Deixe uma resposta