O QUE VOCÊ TEM ABORTADO? | Por Ananda Sierra

Fiquei pensando muito antes de escrever essas reflexões. Na inquietude da minha alma, tenho
refletido sobre o quanto é difícil nos sentirmos de fato livres, plenamente livres. Nos tornamos
escravos de nós mesmos, acorrentados a traumas não elaborados, a alegrias que não nos
permitimos viver, e a sonhos não realizados.

Aliás, quantos sonhos você já abortou?

Talvez devido ao tempo, que te fez esquecer das promessas que um dia recebeu do Senhor sobre
você e seu futuro. Às vezes, contaminado pela ansiedade, que te fez querer controlar o mundo e
fugir da revelação dos propósitos dEle para você… Mas, acredito que principalmente pelas
frustrações. Quantos sonhos que nasceram e foram apagados pelas circunstâncias, ausência de
encorajamento necessário para ir adiante. É interessante pensar no que pode acontecer com
uma mulher depois de um aborto espontâneo: o medo de uma nova decepção pode interferir em
seu corpo físico, e contribuir para que, inconscientemente, seu ventre se torne infértil e
adormecido.

Depois de ser confrontada por Deus, ouso então questionar: que sonhos você tem abortado? Ter
um futuro profissional incrível, aceitando um padrão secular de “sucesso” e estabilidade que te
priva de ser feliz? Será que já abriu mão da possibilidade de ter uma família abençoada, se
boicotando de esperar um casamento próspero e aceitando migalhas de falsos amores? Será
que seu ventre se tornou infértil para realização de novos projetos e planos, travado pelo medo
da frustração? Onde você estagnou por não se permitir sonhar?

O Senhor nos diz que há um lugar, nEle, onde os sonhos não se abortam. O livro de Tiago diz,
“Vocês não têm porque não pedem.” Como um tesouro submerso entulhando o fundo do mar,
existem muitas respostas de Deus para orações não feitas. Se permita sonhar os sonhos dEle,
peça direções, desengavete planos, consagre a Ele suas intenções mais profundas, descubra
tesouros escondidos e: CORAGEM!

One Reply to “O QUE VOCÊ TEM ABORTADO? | Por Ananda Sierra”

  1. Obrigada por este texto ❤

O que achou desse texto? Deixe seu comentário ❤