POR QUE EXISTE O MAL? | Por Isaac Ioseph

Embora respeite o livre arbítrio do homem, Deus detém o controle de todas as coisas.

O mal, essencialmente não existe, ele é apenas um conceito humano para explicar a ausência de Deus dentro de uma situação.

O homem foi criado para viver em paz, porém, as suas escolhas o torna depravado. Deus não criou marionetes, mas nos deu a opção de escolha entre o bem (Deus) ou o mal (ausência de Deus), entre amá-lo ou rejeitá-lo.

Se existisse apenas o bem, não existiria escolha, não amaríamos a Deus por opção, mas por obrigação.

Diariamente vemos relatos de pessoas sendo assassinadas – é o desejo por dinheiro, bens e poder. Catástrofes naturais – consequências da ignorância humana em relação ao meio ambiente; Regiões com encontros de placas tectônicas não deveriam ser habitadas; casas não deveriam ser construídas em encostas. Isso é simples. Ok! As pessoas não têm onde morar. Mas, isso também é fruto da falta de controle de natalidade que torna o planeta superlotado, além da má distribuição de renda. Terrorismo – são ideais loucos em nome de religiões depravadas. Crianças morrendo de fome na África – falta de investimento público, transvestido em uma péssima distribuição de renda, incluindo o dinheiro pessimamente gasto com guerras e bombas nucleares.

Deus não é mau, Ele é a personificação do bem, então o mal, como a ausência do bem, nada mais é do que a separação de Deus.

Mas, por que Deus não retira o mal do mundo? Porque Ele teria que aniquilar a humanidade; todos nós cometemos maldades. O interesse dele é o de salvar as almas do mal, e elas só serão livres do mal quando optarem pelo bem (Deus).

Haverá um dia onde o mal não mais existirá. Deus tem um lar para cada um de nós, no céu. Mas, cabe a cada um entrar ou não neste lar. A escolha é nossa: o bem (Deus) ou o mal (ausência de Deus). Ninguém interfere nesta escolha. Nem o próprio Deus.

Deixe uma resposta