EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTIL, BASTA! | São apenas crianças…

Um dos temas mais constrangedores no Brasil e no mundo é a respeito de PROSTITUIÇÃO INFANTIL. Tema muito difícil de ser descrito, mas há urgência de socorro também nessa área. Prostituição infantil trata-se da exploração sexual de uma criança a qual, por vários motivos, torna-se fragilizada e indefesa se tornando vítima de um adulto em busca de sexo fácil e barato, tentando lucrar corrompendo os menores e conduzindo-os ao mercado da prostituição.

Segundo a UNICEF, o Brasil é o país onde existe a maior quantidade de crianças entre 10 e 15 anos ligadas à exploração sexual infantil, estando atrás apenas da Tailândia. Cerca de 250 mil crianças estão prostituídas no Brasil.

Mas o que leva uma criança a prostituição ? De acordo com pesquisas é revelado que o maior índice de prostituição infantil se encontra em lugares com fatores econômicos baixos, onde há escassez de ensino educacional, além disso a discriminalização da mulher é em alta em nosso país, já que a maioria das crianças que sofrem com a prostituição, são meninas, (fruto de valores machistas), vista como objeto destituído de valor, de consciência e liberdade, como também o fator onde muitas crianças se encontram em vícios de drogas, e em troca de permanecerem no vício entregam seus corpos.

Segundo o site da UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância, adotou o Protocolo Facultativo para a Convenção sobre os Direitos da Criança, que trata da venda de crianças, prostituição e pornografia infantis.

Porém o problema vai além … Requer a necessidade de apoio e orientação psicológica e espiritual às crianças nesta condição, seja para aquelas que realmente estão em condição de rua, ou para aquelas que a despeito de terem família estão em um ambiente impróprio para sua infância e formação como pessoa.

É dever do Estado zelar pelo bem-estar da criança e do adolescente, em especial por aqueles em maior situação de vulnerabilidade social, aumentando assim a quantidade de escolas e melhorar a acessibilidade ensino, como também é dever nosso como igreja, tomar consciência de que prostituição infantil existe e que muitas crianças estão tendo um futuro devastado por tamanha brutalidade. Vale ressaltar que a exploração infantil é promovida em muitos casos pelos próprios pais.

O futuro está nas mãos dessas crianças. Não se conforme com essa situação. Não seja omisso! Caso saiba de alguma situação de exploração sexual infantil, denuncie!

Existem alguns projetos em combate à exploração sexual infantil. Dentre eles o Projeto ASHASTHAN, que há 12 anos combate a prostituição infantil na Índia, sustentado pela igreja Lagoinha.

“E quem transviar um desses pequeninos, que crêem em mim, mas lhe valia que lhe pendurassem ao pescoço uma pedra de moinho e o jogassem no fundo do mar”.

(Mt 18:6)

#SejaUmSocorroDeAlguem

logonew4

Deixe uma resposta