QUERO ME SENTAR NA MESA COM JESUS | Por Lara Dias

 

Eu não sei você, mas sempre que combino algum programa com meus amigos, no final sempre acaba em comida, principalmente as saidinhas pós-culto. Se no final não tiver um aperitivo não tem graça hahahaha.

O interessante desse nosso costume, é que isso vem de séculos e séculos, toda comunhão começa ou se fortalece na mesa, com uma refeição. E o mais interessante ainda é que Jesus também é uma pessoa que gosta de confraternizar e até mesmo salvar vidas em meio a uma refeição, ao confraternizar-se à mesa.

Um exemplo talvez muito conhecido no evangelho é o encontro de Zaqueu com Jesus. O publicano Zaqueu, possivelmente, era bem conhecido na cidade de Jericó, mas, nem por isso, querido. Seu ganha-pão (cobrar impostos) causava repulsa em seus conterrâneos, o que provavelmente o condicionava a um ambiente de isolamento social, ainda que tivesse feito uma boa fortuna. Tanto que, quando Jesus resolveu se hospedar em sua casa, a murmuração tomou conta das ruas: como um rabino do porte de Jesus poderia se engajar em comunhão com um maldito cobrador de impostos?

O resultado de tamanha ousadia não poderia ser outro: transformação de vida e salvação

“E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando.
E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico.
E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por caus
a da multidão, pois era de pequena estatura.

E, correndo adiante, subiu a uma figueira brava para o ver; porque havia de passar por ali.
E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa.
E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente.
E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador.
Lucas 19:1-7”

Zaqueu, certamente era um homem excluído da sociedade simplesmente por cumprir sua função, mas Jesus não deixou passar a oportunidade de estar com ele, e de que todos ao redor pudessem ver que Jesus poderia transformar sua história. Eu amo Jesus por isso, ele vai na contramão dos nossos ideais moralistas, ele não enxerga apenas o nosso pecado, nossas falhas, ele enxerga em nós a oportunidade de fazer o milagre, de mudar a nossa vida, de nos trazer a salvação.

Zaqueu só queria ver Jesus, e mal sabia que essa curiosidade levaria salvação à sua casa. Um homem com tão pequenas intensões mal poderia esperar o que isso traria à sua vida.

Se queremos proximidade com Deus, Ele a quer muito mais que nós. Se queremos saber quem Ele é, Ele quer ir conosco para casa! Ele sabe quem somos. Sabe nosso nome e conhece nosso coração. Se Deus vier conosco para casa, assim como Zaqueu, experimentaremos profundas mudanças.

Porque eu disse da mesa, da refeição? Certamente quando Jesus se convidou a repousar na casa de Zaqueu, eu ouso afirmar que nesta casa eles reuniram-se sobre à mesa e compartilharam uma refeição, e segundo estudos que fiz, no Oriente Médio, compartilhar de uma refeição com alguém é garantia de paz, confiança , fraternidade e perdão: a mesa compartilhada representa a vida compartilhada. Para um judeu ortodoxo , dizer que “gostaria de jantar com você” é o mesmo que dizer que “gostaria de ter uma amizade com você”.

Podemos entender que o que trouxe repulsa da população ali presente na atitude de Jesus, foi o fato de ele estar abrindo acesso para que Zaqueu se tornasse seu amigo. Por isso fiz referência à mesa, a dividir uma refeição, a rir na mesa, porque são coisas que amigos fazem.

Um amigo querido algumas vezes repetiu pra mim a seguinte expressão: “quando nos tornamos amigos de Jesus, ele nos apresenta aos amigos dele”. Tenho certeza que Jesus através desse encontro proporcionou a Zaqueu uma perpesctiva de vida, ele saiu da exclusão da sociedade, ele tinha poder para extorquir e é possível que tivesse feito! O que mudou? Sua visão do dinheiro? É bem possível que também tenha mudado. Mas o que realmente mudou foi sua visão das pessoas. Elas tornaram-se mais importantes para ele. Seus olhos foram abertos para os valores do Reino de Deus. O dinheiro perdeu espaço e as pessoas ganharam. Zaqueu passou a ver a si mesmo de forma nova: quem era passou a importar mais do que o que tinha.

Zaqueu talvez não tivesse ousadia o suficiente para convidar Jesus para estar com ele, e creio que Jesus sabia dessa vontade que poderia estar retraída em seu coração, como disse, talvez por mera curiosidade. Mas e você que já sabe quem é Jesus e sabe também que ele estará em todo lugar, já o convidou para repousar em sua casa? Sentar em sua mesa? Apresentar seus amigos?

Não perca a oportunidade, assim como o costume judeu ortodoxo, convide Jesus para estar com você, o fazendo entender que deseja tornar-se amigo de Cristo.