RASCUNHOS SOBRE “ELA” | Por Flávia Ferreira

À ti toda força do céu

para superar cada lágrima com um sorriso,

e que tuas dores de  hoje, 

amanhã sirvam como aviso, 

que mesmo após o temporal, 

o sol continua a raiar. 

 

Deus seja teu par, consolação e amor, 

que dos teus passos Ele faça emanar

a fé e o valor 

que desde antes 

nos teus olhos já brotou. 

 

E que a cada verso a ecoar, 

ouça o que o alto já deferiu: 

dentro de ti, saiba,

primavera de esperança já floriu, 

e seu Pai, que é autor, 

foi quem antes te viu, 

e tirou pra dançar. 

 

Então segura esse sorriso no rosto, 

que de tão bonito, pra quem a olhar fará gosto, 

e prepara os pés que é hora de

para Ele mais uma vez se lançar.

 

Arrisque mais esse passo,

que a música, meu bem, 

nunca há de parar.

se joga nos braços do Pai e vai,

é hora de (re)nascer para amar

e desta vez, ouça,

é no coração de Deus,

que sua raiz há de vingar.