RELEVANTES, INFLUENTES OU FAMOSOS? | Por Giselle Prado

Começo esse texto com a seguinte pergunta: Você está disposto a deixar de ser influente para se tornar relevante?

Como cristão ou cristã, você com certeza já deve ter ouvido algum discurso do tipo: “Não procure ser famoso, ser reconhecido, aplauso dos homens. Seja influente.”, mas será que é seguro andar por esse caminho de busca pela influência?

Essa foi a minha pergunta para o Espírito Santo e Ele compartilhou algo comigo que acredito que seja necessário compartilhar com vocês. E vale lembrar que o confronto primeiro veio em mim.

Jesus falou comigo sobre Ananias…

Quem foi Ananias? Podemos conhecer um pouco da história desse homem no livro de Atos no capítulo 9. Ananias, foi um discípulo que morava em Damasco e que de acordo com capítulo 9, ele tinha uma intimidade profunda com o ES. Ele foi um instrumento nas mãos de Deus para curar Paulo quando ficou cego e o batizar com o Espírito Santo. WOW! Provavelmente, se você é um novo convertido, nunca tenha ouvido falar desse cara… Mas te pergunto então, quem foi mais importante: Ananias ou Paulo?

Muitos dirão que foi Paulo pelos muitos feitos, suas cartas e etc… Outros dirão que não sabem e assim vai, mas eu estou certa de que ambos foram indispensáveis para o plano perfeito de Deus. Não há menor ou maior nessa história e nas histórias escritas por Deus. A cruz nivelou a todos. Não há mais importante ou menos importante. Mas há sim, propósitos e funções diferentes no Reino de Deus.

Posso dizer que Ananias foi como uma estrutura de um prédio. Poucos veem. Poucos falam. Poucos dão valor. E poucos reconhecem. Mas ele estava lá, cumprindo o seu papel, de forma única e indispensável para o plano de Deus. Ele foi um grande homem de Deus, impulsionador de Paulo.

Mas porque nós que escrevemos e ministramos não falamos sobre Ananias? Sobre impulsionadores do Reino? Sobre não reconhecimento dos homens? Talvez porque ninguém leria ou nossas igrejas ficariam vazias. Triste realidade, mas é preciso ANUNCIAR e estou aqui pra aprender assim como vocês.

Há hoje um discurso feito por muitos de nós, jovens cristãos, que devemos buscar ser influentes a onde estivermos e com quem estivermos, mas há algo que me incomoda nesse discurso…

O que é de fato ser influente? Segundo o dicionário, influência é a ação que alguém ou algo tem sobre outra coisa, ou seja, o poder, o controle ou manipulação sobre algo.

Isso lhe parece agradável? Será que não estamos MAIS UMA VEZ deixando os princípios do reino de Deus de lado, mascarando nossas reais intenções? Afinal, influente até o diabo é entre outras mil pessoas afora.

O foco deve estar em busca de sermos relevantes. A influência será uma mera consequência, SE vier. Pois como vemos na história de Ananias, a influência e o reconhecimento não bateram em sua porta.

Segundo o dicionário, relevante refere-se ao que é importante; ao que se destaca ou que é indispensável.

De acordo com essa definição eu só consigo enxergar o Reino de Deus. Um reino que é constituído por valores, princípios e uma cultura que são INDISPENSÁVEIS de repleto valor, ou seja, um Reino que antes de ser uma peça influenciadora, é uma peça RELEVANTE que preza por valores e intenções puras e não reconhecimento dos homens, mas reconhecimento nos céus.

Precisamos mudar nossos discursos, mas antes disso, nossos corações.

Pois a boca fala do que está cheio o coração. Mateus 12:34

  1. Pessoas que buscam ser relevantes, entendem em primeiro lugar a essência do Reino dos céus e lutam por vive-la.
  2. Pessoas que buscam ser relevantes, buscam discernir o corpo, ou seja, entendem porque e para que nasceram. Entendem a sua função como membro do corpo de Cristo, seja em uma posição de destaque como Paulo ou em uma posição não tão reconhecida pelos homens, como Ananias.
  3. Pessoas relevantes podem ser eu e você. Basta lutarmos contra nós mesmos, o nosso maior inimigo, nosso Eu. Basta sondarmos nossos corações e sermos sinceros ao orarmos, e principalmente nos momentos que ministramos disseminando discursos que inflam o ego dos ouvintes.
  4. Toda pessoa relevante é influente, mas nem todo influente é relevante.

Como consequência de relevância, seremos reconhecidos nos céus e que convenhamos não há NADA que se compare com a satisfação de um dia ouvir do próprio Jesus: Eu te conheço, filho(a), vem morar comigo!

Precisamos tomar cuidado com esses caminhos que nos parecem bons, mas que só trazem destruição. Minha intenção não é atacar ninguém e nem mesmo você, caso já tenha ministrado tal coisa, mas que sirva de alerta para todos NÓS.

Então eu volto a lhe perguntar: Você está disposto a deixar de ser influente e/ou famoso para ser relevante?

Talvez você esteja lutando com todas as suas forcas para viver um propósito semelhante ao de Paulo, mas Deus te chamou para um propósito semelhante de Ananias. Ambos foram relevantes, porém somente Paulo que exerceu maior influência, mas nem por isso a influência fez de Paulo melhor que Ananias. O Reino é relevante e não apenas influente.

Onde estão os Ananias do nosso tempo?

O que achou desse texto? Deixe seu comentário ❤