TUDO OU NADA! EU QUERO LEVAR DEUS A SÉRIO | Por Giselle Prado

Nunca escrevi tanto como nesses últimos dias… Não há nada melhor do que entender o tempo de Deus!

Quem me acompanha, sabe que por alguns meses deixei de escrever aqui e postar em razão de uma direção de Deus. Mas quando Ele pede, eis nos aqui haha Não posso reter o alimento somente pra mim! Por isso não é atoa que você clicou nesse texto e está lendo até agora… Por favor, não pare!

Bem, após receber a notícia da morte de Greg, quem me acompanha ou convive comigo sabe que ele foi e ainda é uma das minhas referências e inspirações como Keith Green. Após tal notícia, dia 26 de Janeiro, quinta-feira, não consegui pregar o olho até umas 3h da manhã. Deus falou MUITO comigo durante a madrugada sobre o sentido da vida, coisas que tiram o nosso foco, relacionamento, trabalho, legado, intensidade dentre outras coisas mais… Passado um tempo, finalmente consegui dormir.

No dia seguinte, algo havia sido resgato em mim! Como assim? Uma vontade avassaladora de FALAR COM DEUS amanheceu em mim! Eu mal via a hora de estar parada no meu cantinho com Ele, eu falando com Ele e Ele falando comigo! Pois bem… Tomei meu amado café, e depois fui arrumar a casa como de costume… Então Ele veio! Ah, que presença! ELE É REAL! Como duvidar de um Deus tão real? Eu estava lavando a louça quando comecei de forma repentina a chorar e chorar e chorar… E não era por saudade de Greg ou tristeza em razão de sua morte. NÃO! Era porque eu estava sentindo SUA PRESENÇA DA MESMA FORMA QUE EU SENTIA LÁ NO MEUS 14, 15 anos quando eu O aceitei como Salvador! As lágrimas não paravam de molhar o meu rosto e rolarem até o chão… O Espírito Santo veio e eu comecei a falar em línguas! “Ué mas você tava lavando louça!” SIM! Ele ama se manifestar nos lugares e momentos mais improváveis! Ele ama o improvável! Que presença meu Deus! Então logo Deus falou comigo:

“Quando sua mãe te consagrou à Mim quando você era bebe, Eu te levei a sério! Eu não quero 50% ou 99%, eu quero você por inteira! Por isso não te deixei entrar em muitas empresas que você fez entrevistas”

Lembro-me que quando ouvi isso, parei de lavar os pratos, de chorar e falar em línguas… e me veio “WHAT?” Apenas fiquei olhando para parede. A voz dEle é tão clara! Logo após terminei de lavar a louça e fui terminar de arrumar a casa. Tais palavras não saiam da minha cabeça.

Com Deus é TUDO ou NAD

Ao olhar pra mim com olhos naturais, pude ver tantas coisas que estou envolvida, projetos sociais, ministério na igreja de jovens, evangelismo na faculdade e outras coisas mais que de primeiro pensamento vem “Mas Deus, olhe tudo o que estou fazendo pra Ti e por Ti! Não é o suficiente?” A resposta vem com a afirmação dEle … “Eu te quero por inteira”, ou seja, HÁ MAIS DE MIM QUE PRECISO ENTREGAR À ELE! Há muito mais do que fazer essas coisas. Existem outras mais a serem feitas e muito do que preciso ser transformada em caráter e cultura.

E com relação ao trabalho? Meu Deus! Pelo o que entendi, Ele me designou para viver integral…

Minha vontade nesses últimos dias, confesso, tem sido de entregar a faculdade, emprego, família, TUDO e me lançar totalmente na obra… Ter todo o tempo para me dedicar exclusivamente à Ele sabe? Mas Ele me disse que devo ser fiel no pouco, ou seja, ser fiel e O buscar mesmo com todos esses compromissos, mesmo com todas essas responsabilidades, pois Ele está na faculdade também, na família e no emprego… No tempo certo quem sabe, largarei TUDO literalmente para segui-Lo. Ele sabe… É o que eu desejo…

Eu preciso ser como a mulher que derramou sobre os pés de Jesus, TUDO o que ela tinha. E o que ela derramou era o que ela tinha de mais precioso. Imagine a cena… Meu Deus! Me dá vontade de derramar lágrimas só de imaginar ela lavando os pés de Jesus com perfume e seus cabelos. Ela se deu por completa. Sem reservas. Sem limites. Ela se doou por inteira. Não por obrigação. Não por querer receber algo em troca. Mas no coração dela ardia uma paixão e amor pelo Mestre. Ela sabia de que ela não pertencia mais a ela mesma. Ela pertencia a Jesus e porque não se entregar a alguém que nos pertencemos?

O ponto é este: nós de fato pertencemos a Jesus? Jesus, me levou a sério! E eu quero leva-Lo também! Foi esse levar a sério que me curou de tantos traumas, feridas e mágoas… Ele me trouxe socorro porque me levou a sério… Mas ainda preciso ser transformada a cada dia. Por isso preciso me entregar sem reservas … Me entregar por completo!

Deixe uma resposta